29.5.18

HUMANO EU SOU, VULNERÁVEL TAMBÉM



Entrar no 1001 julietas não é como era antes, não de forma negativa, é claro, mas de uma forma nova. É como se eu viesse escrever cartas sobre a vida para guarda-las num livro aberto para qualquer pessoa ler, quando quiser, na expectativa de que as minhas palavras jorradas se tornem alento, de alguma forma.

Entrar no 1001 julietas é escancarar a alma pro mundo, bater palma pro vento ciente de que terei telespectadores para me julgar e outros para entender.  Ainda me preocupo com os erros de ortografia, mas eles se tornaram insignificantes, mesmo eu sendo 80% jornalista, agora. 

A cada texto que escrevo por aqui percebo o quanto tenho mudado, de forma boa, de forma ruim, de inúmeras formas. Tirar o pó do teclado e acessar esta plataforma na expectativa de expor o que quer que seja, meus amigos, me mostra o tamanho da fragilidade que adentra em mim e da humanidade que não tenho vergonha de mostrar, só em alguns momentos.

Penso no 1001 julietas sempre que a minha mente resolve me poupar, sempre que entro no instagram e sinto falta de algo mais. Plataforma bonita, cheia de graça, ela é, mas nunca será como esse cantinho no país chamado internet.

1001 julietas é minha casa, me sinto em paz neste lugar,  sinceridade, honestidade, tudo, é a minha realidade. São as minhas ideias, são os textos criados de personagens inexistentes, ou não. São histórias ficcionais, por hora reais, talvez essenciais, mas são.  São. Não adianta eu querer que este blog seja mais uma página de receitas, moda, beleza, fashion, decor, não. Não, porque automaticamente este lugar se tornou a porta da vulnerabilidade escancarada, da humanidade real de um ser real, da veracidade da vida.

Acho que é isso.

Com amor,
Moni.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Palavras tão belas e tão reais <3
    É justamente por isso que a blogosfera ainda é meu lugar favorito, em meio a canais de Youtube e perfis de Instagram. Os blogs pessoais são os meus favoritos, pois é mágico entrar no universo de cada ser que põe sua essência em um cantinho da internet. Compreender e se sentir compreendido não tem preço.

    Um beijo ♥


    letologia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Lindo o que diose, super inspirador.

    http://www.blogsecretplace.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Moniele!

    São textos e blogs assim que eu busco ler, que não tenha posts em que escrevam por obrigação ou publicidade, mas que falem algo que vem da alma. Amei seus posts!

    Beijos, até mais!
    Flor de Outono

    ResponderExcluir
  4. Gosto do tema do blog, diferente, destaca-se. Não é apenas mais um com o conteúdo coberto de modas...
    E é tão bom poder ler. Serei das que entende, promise!
    Beijinho, jéssica
    http://brevisfuse.blogspot.com/

    ResponderExcluir

@mmoniele