( 5.9.16 ) - -Textos

Sobre viver uma vida real

(foto via: Tumblr)

Um instagram bonito - com fundo branco de preferência-, nisso inclui viver uma realidade fora da minha, padronizar as minhas atividades e um pouquinho do que visto, como, vou e sou.  Um cabelo legal, hidratado, comidas saudáveis, look do dia com roupas que já não me identifico mais, viagens para lugares que não me enquadro, amizades que não me favorecem. Academia #nopainnogain, uma felicidade fingida para a câmera e um vazio profundo quando a ação termina.

Minha foto não pode parar em 30 curtidas nas redes sociais, preciso ser notada, mesmo que nem eu me note. Preciso empregar na minha vida aquele termo de garota tumblr, sabe? Que todo mundo quer ser, que todo mundo precisa ser.  Sem esquecer as palavras, acabei por transformar como falo, como sento, como sorrio, como olho. Mexer no cabelo não é só mexer no cabelo, uma maquiagem não é mais uma maquiagem, um amigo não é só um amigo, tudo, e repito, absolutamente tudo o que eu sou é um pequeno contraste daquilo que não sou. Mas se não for assim, como é que serei alguém? A internet não é mais só internet, é um mundo paralelo onde eu escrevo o que não sinto e sinto o que não escrevo. É na internet que encontrei um pedaço grande para ser o que a sociedade quer que eu seja e no fundo, é isso mesmo que eu queria, mas de uma forma diferente.

"Não que a sociedade esteja errada", digo, é legal ser notada pelo bem que você faz no mundo, mas acabei perdendo a minha identidade nessas idas e vindas do destino. Acabei esquecendo que eu sou o que realmente importa, que a minha identidade não está no tanto de likes que tenho, ou nos trilhões de elogios me chamando de Linda e Maravilhosa, que eu realmente não irei responder já que não sei trabalhar com essa coisa de 'obrigada e de nada' uma vez que no fundo não é isso que vejo no espelho.  Mas a sociedade está errada em achar que meu corpo não é suficiente para ser uma capa de revista, ou um padrão de mulher, tenho que emagrecer, regrar a minha alimentação, não mais pela saúde, agora é pela estética. Ela erra quando dita o que devo ser e eu erro o tempo todo, quando acredito que ser tudo o que o modelo perfeito impõe é ser o modelo certo, o problema, querida EU, é que eu já  me perdi e tá sendo um pouco difícil de acostumar com essa constante falsidade dentro de mim.

Mas tá tudo bem, se tiver tudo bem para quem me assiste. Eles fingem que eu tô bem, eu finjo que tô bem, o sistema finge que tudo bem e o ciclo continua e amanhã? Alguma garota de 10 anos vai querer ser como eu, e toda aquela ideologia de uma vida simples almoçando num boteco da esquina vai se tornando esquecida aqui e ali, outra garota vai viver um dia inteiro pensando e cogitando o quanto a minha vida é um exemplo do que ela quer para ela. E eu? Vou continuar sendo o que não sou até que eu realmente saiba responder: É isso o que eu quero para o resto da minha vida?  E você, queria EU, é isso que quer para a sua história?

14 comentários:

  1. Amei o post.
    http://www.blogsecretplace.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá Moniele,

    Esse padrão não existe de apenas as pessoas irem em busca da felicidade.
    Eu sou uma das poucas pessoas que não liga para curtidas e para o que as pessoas vão achar das minhas fotos. Eu posto foto do jeito que eu sou e a pessoa se gostar de mim vai curtir a minha foto como sou e não por um simples padrão.

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda,

      O texto foi apenas uma reflexão de muitos casos que eu ouço diariamente e que já vivi por algum tempo.
      Hoje, me identifico com o que você disse :D

      Um beijo!.

      Excluir
  3. Nice post!

    http://carinazz.blogspot.com.ee/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que texto lindo! AMEI! Acho que defeniu bem a sociedade em geral...

    Beijinhos! Where I Belong

    ResponderExcluir
  5. As redes sociais estão sempre nos dizendo o que devemos vestir, como sorrir, como andar, como ser, e nisso vamos esquecendo quem realmente somos. Af, tu arrasa menina! Amei! Me fez pensar sobre quem sou dentro disso tudo. Se estou sendo eu mesma ou que os outros querem ver. Amo seus textos (apesar de nunca ter comentado aqui, te acompanho já tem um tempinho). Beijosss!♥

    PS: TEU BLOG TÁ LINDOOO

    ResponderExcluir
  6. Sempre bons textos por aqui que dão para pensar. Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  7. Não sou menina tumblr, nunca me enquadrei nisso, nunca curti de pessoas assim, mas existem tantas... Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Teu blog é um daqueles que prende o leitor... Seguindo, sucesso <3
    http://www.leiturateen.com/

    ResponderExcluir
  9. Achei o texto muito interessante e penso da mesma forma que você
    Facebook
    Instagram
    Youtube
    Canal Novo Inscrevam -se

    *Beijinhos da Micheli *

    ResponderExcluir
  10. Muito, muito, muito bom esse texto!!
    Fiquei pensando em o quanto as redes sociais estão influenciando meninas cada vez mais novas.
    Tem uma "digital influentes" aqui da região que fotografou a parte de vinhos de um mercado da minha cidade e disse que estava em uma adega. A partir desse dia eu me pego sempre pensando quando vejo as fotos: será que isso é realmente assim?
    Acho que na maioria das vezes não....
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  11. Excelente post! Infelizmente hoje em dia é assim, ter uma "vida" apenas para mostrar para a internet. Por isso fujo disso rs.

    Beijo!

    ResponderExcluir